Quem está pensando em fazer o Enem 2019 deve ficar de antena ligada para não perder o prazo da inscrição.

O processo todo ocorre durante alguns dias do mês de maio e não há qualquer chance de prorrogação.

Os atrasados já sabem: terão que esperar até 2020 para fazer um novo Enem.

Por isso, não marque bobeira. Confira gora mesmo como fazer a inscrição do Enem 2019 e como você vai poder usar sua nota no ano que vem!

Como fazer a inscrição do Enem 2019

Bom, antes de mais nada você precisa saber que só dá para se inscrever no Enem no prazo definido pela organização do exame.

Em 2019, o processo deve acontecer entre os dias 6 e 17 de maio. São 10 dias para você seguir todas as etapas de inscrição.

Veja um passo a passo rápido de como se inscrever no Enem:

•1. Primeiro, você deve acessar o site oficial do Enem enquanto as inscrições estiverem abertas.

2. No link para inscrição, você deve digitar seu CPF e, na sequência, sua data de nascimento.

3. Depois, vem um formulário de inscrição razoavelmente extenso. Nele, você tem que preencher diversas etapas: dados pessoais, endereço, atendimento especializado, língua estrangeira, cidade onde vai fazer a prova, conclusão do ensino médio, questionário socioeconômico, dados de contato e criação de senha de acesso. Preencha tudo com bastante atenção para não ter problemas mais adiante. Se precisar, volte ao campo desejado e altere os dados.

4. Depois de finalizar a inscrição, você precisa baixar a guia para pagamento da taxa e pagar o boleto o quanto antes a qualquer agencia bancária, correios ou casas lotéricas.

5. Sua inscrição só será efetivada depois que o pagamento for processado pelo banco e enviado ao MEC. Portanto, não vacile! Se você pensa em pedir isenção da taxa, fique ligado no procedimento que a gente explica mais adiante.

Embora seja um processo com muitas etapas, a inscrição no Enem é relativamente simples. Você consegue fazer tudo com informações básicas, como CEP, e-mail, telefone de contato, carteira de identidade, local de emissão do documento, nível de formação do seu pai, mãe ou responsáveis, e por aí vai.

É muito importante revisar as informações antes de finalizar a inscrição. Qualquer erro pode gerar um problema no dia das provas e você pode até ser impedido de fazer o Enem.

O valor da taxa de inscrição do Enem 2019 deve ser definido em breve.

Como se inscrever no Enem 2019 com isenção de taxa

O Enem concede isenção do valor da taxa de inscrição somente em alguns casos:

• Estudantes regularmente matriculados em escolas da rede pública que estejam no último ano do ensino médio.

• Estudantes de escolas particulares que tenham bolsa integral e renda familiar mensal bruta de até 1,5 salário mínimo por pessoa.

• Inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) que tenham renda familiar mensal bruta de até três salários mínimos por pessoa.

• Estudantes que concluíram o ensino médio em 2018 por meio do Encceja – o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos.

O período para solicitar isenção da taxa de inscrição do Enem 2019 vai de 1 a 10 de abril de 2019. A lista com os nomes dos candidatos isentos deve sair logo depois do encerramento.

Se você conseguiu isenção para o Enem 2018 mas não foi fazer a prova, terá que justificar a ausência nesse mesmo período caso queira usufruir do benefício novamente.

Outras datas importantes do Enem 2019

Além da inscrição e da solicitação de isenção, você deve estar atento a outras datas importantes do exame:

• Segunda quinzena de março: divulgação do edital.

• Meados de outubro: divulgação do cartão de confirmação da inscrição, que traz o local onde você vai fazer a prova.

• 3 de novembro: primeiro dia de provas, com aplicação de Linguagens, Ciências Humanas e Redação.

• 10 de novembro: segundo dia de provas, com Ciências da Natureza e Matemática.

• Meados de janeiro de 2020: divulgação dos resultados.

Como usar o Enem 2019 para entrar na faculdade

A partir de janeiro de 2020, você vai poder usar sua nota do Enem 2019 (ou de edições anteriores, em alguns casos) para conquistar uma vaga numa universidade.

Essas são as quatro maneiras mais comuns de usar seu desempenho nas provas:

•1. Sisu – Processo seletivo que distribui vagas em universidades públicas e institutos federais de educação por todo o país. Vale apenas para quem fez o Enem mais recente e não zerou a redação.

2. ProUni – Programa de distribui bolsas parciais e integrais para quem quer estudar em faculdade particular. É direcionado a candidatos que fizeram o Enem 2019 e se encaixarem no perfil socioeconômico determinado pelo MEC. O mínimo para participar é de 450 na média das provas, sem ter zerado a redação.

3. FIES – É um programa para quem deseja financiar os custos de um curso superior a juros baixos, e com prazo longo para pagar. Participantes que fizeram qualquer Enem a partir de 2010 (incluindo o de 2019) podem tentar uma vaga. O desempenho mínimo também é de 450 na média das provas, sem ter zerado a redação.

4. Ingresso direto – Aqui você pode usar qualquer edição do Enem a partir de 2010 para entrar na faculdade particular direto, sem fazer vestibular ou qualquer outro processo seletivo. Simples e prático.

Além disso, é recomendável que você já chegue à seleção com algumas boas faculdades na cabeça.

A gente separou algumas delas que são reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC, onde você pode ingressar meio do ProUni e do ingresso direto ou usar o FIES. Todas também têm seus próprios programas de benefícios, como bolsas, descontos e parcelamento das mensalidades:

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA)

Cruzeiro do Sul Educacional (presencial)

Cruzeiro do Sul Virtual (a distância)

Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais 

Veja também:

Nota de corte do Enem 2019: Veja quanto você precisa tirar!

E aí, está tudo certo para as inscrições do Enem 2019? Compartilhe suas dúvidas com a gente pelos comentários!